Faixa publicitária
Localização: HOME ZÉ MÁRIO SOARES Quem é Zé Mário?

Quem é Zé Mário?

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Avaliação: / 54
FracoBom 

altJosé Mário Soares nasceu em 20 de Fevereiro de 1940. Doze anos depois, no dia 1 de Janeiro de 1952, o basquetebol português recebeu, aquele que se viria a tornar num dos melhores atletas da modalidade por vários anos.

O jovem Zé Mário, como posteriormente ficou conhecido, queria praticar voleibol, mas o destino levou-o para o basquetebol e ainda bem que assim foi. Ao inscrever-se na secretaria do SCP, “um bom homem” marcou o dia e hora do primeiro treino. Por lapso não reparou que o papel da inscrição era para basquetebol e não voleibol. Este é um dos casos raros, em que podemos dizer que este foi um erro nobre!

Zé Mário permaneceu no Sporting durante 15 anos, acompanhado por outras estrelas da nossa modalidade como Hermínio Barreto, António Feu, Abílio Ascenso, Armando Garranha, Fonte Santa e Almeida, entre outros. Neste período conquistou 1 título Nacional de juvenis e 3 títulos Nacionais de Seniores, a par de muitos outros campeonatos regionais.

alt

Fez parte da selecção Nacional e jogou lado a lado com outras lendas do nosso basquetebol como Mário Albuquerque, Zeca Macedo, Nelson Serra, Manuel Campos, Mário Machado e José Valente, entre outros. Numa contagem não oficial, Zé Mário participou em 20 jogos com as cores da selecção nacional, 9 dos quais em encontros para provas oficiais.

Depois deste período, Zé Mário foi jogar para o Clube Nacional da Natação, por uma época, ao que se seguiu outra nas Caldas da Rainha e mais um ano no Sporting.

Por motivos profissionais, mudou-se para Angola, país onde viria a acabar a sua rica carreira enquanto jogador depois de duas épocas, uma no Clube Ferroviário e por último no CDUA.

Mas Zé Mário não se limitou a jogar. Mais tarde, viria a fazer um trabalho memorável nos escalões da formação do Sporting CP. Zé Mário foi o responsável por lançar uma iniciativa inédita para a altura: a criação de tês centros da formação no Sporting, onde conseguiu reunir mais de 150 crianças repartidas entre os seguintes centros:

  • Escola Manuel da Maia;
  • Escola Nuno Gonçalves;
  • Estádio José Alvalade.

Curiosidade: Entre os atletas que integraram os referidos centros estava o jovem Pedro Santana Lopes, treinado por Edgar Vital, que posteriormente viria a ser presidente do clube de Alvalade e que nessas funções propôs aos sócios do clube a escolha em referendo entre uma das seguintes modalidades: Basquetebol ou Andebol. O Andebol foi mais votado e desde então o basquetebol “morreu” em Alvalade. Com isso se perdeu para a modalidade um dos clubes com um mais taças e troféus conquistados em Portugal.

Zé Mário trabalhou também em Seniores, durante um ano no ATENEU Comercial da Lisboa, vencendo o campeonato regional da 2ª divisão contra o Técnico, comandado na altura por prof. João Coutinho.

Para o final desta nossa apresentação, vamos tentar desvendar um rumor que em tempos se falou sobre Zé Mário. Diz-se que em tempos recebeu um convite Real do Real Madrid. Será que é verdade? E se for, por que motivos não foi Zé Mário para Espanha? As respostas a estas perguntas e muito mais, poderão ser encontradas amanhã na entrevista exclusiva ao nosso convidado José Mário Soares! 

alt

O Planeta Basket tem a honra de anunciar a semana dedicada ao antigo jogador do Sporting CP e da selecção Nacional, o homem que teve um convite do Real Madrid, Zé Mário. Durante a próxima semana vamos apresentar mais uma lenda do basquetebol português. Temos convidados de luxo, textos de grande qualidade e, como sempre, acompanhados de imagens raras.

A não perder, aqui no Planeta Basket!

 

 


 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária