Faixa publicitária
Localização: HOME OSCAR SCHMIDT Mão Santa

Mão Santa

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Avaliação: / 2
FracoBom 

altNão perca a entrevista exclusiva do PlanetaBasket a Oscar Schmidt, um dos melhores jogadores de basquetebol de todos os tempos.

O "Mão Santa", alcunha que ganhou devido à sua fantástica capacidade anotadora é o melhor marcador de sempre da história do Basquetebol Mundial com 49737 pontos apontados ao longo da sua extensa carreira.

Além deste record, Oscar Schmidt é detentor de muitos outros. É o melhor marcador de sempre em Jogos Olímpicos com 1093 pontos obtidos em 5 participações e em 3 delas foi o melhor marcador da prova. Aliás, em termos de recordes Olímpicos, Óscar detém ainda o record de máximo de pontos marcados num só jogo (55 contra a Espanha em 1988), alem de ter o maior número total de lançamentos marcados da linha de lances livres, de 2 e de 3 pontos, entre outras marcas.

A estrela brasileira que começou a jogar aos 13 anos em Brasília, aos 19 já brilhava ao serviço da Selecção Brasileira. Do Brasil deu o salto para Itália onde passou um longo período (11 temporadas) e bateu inúmeros recordes. Contudo e apesar de várias propostas que recebeu da NBA, Schmidt acabou por recusá-las sucessivamente para não perder o seu estatuto de "amador" e assim, poder continuar a representar a sua Selecção (esta regra só foi abolida em 1992, nos Jogos Olímpicos de Barcelona).

Contudo, apesar de não ter podido ingressar na NBA, Óscar Schmidt, que é um dos ídolos do actual MVP da NBA, Kobe Bryant, regressou à sua terra natal, continuou a trabalhar no duro e a fazer aquilo que sabia fazer melhor, marcar pontos. Os recordes de marcação de pontos foram completamente pulverizados até à data da sua retirada da competição em 2003, tinha Óscar 45 anos de idade, deixando atrás de si uma das mais memoráveis carreiras da história do basquetebol.

 

 


 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária