Coach Lionel nos Campos MVP
 
Faixa publicitária
Localização: HOME CAMPOS ENTREVISTAS Coach Lionel nos Campos MVP

Coach Lionel nos Campos MVP

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Avaliação: / 1
FracoBom 

altLionel Billingy está em Portugal há já cerca de 4 anos. Nascido no Bronx e com uma história de vida intrinsecamente ligada ao basquetebol, o coach Lionel veio para ficar no nosso país.

Depois de uma passagem pela ABA, competição da qual viria a nascer a NBA, Lionel Billingy atravessou o Atlântico e veio jogar para a Europa, decorria a década de 70.
 
Jogou na França, na Bélgica e na Suíça antes de enveredar pela carreira de treinador. Alguns anos mais tarde chegava a Portugal para orientar o Imortal de Albufeira. Hoje em dia, Lionel Billingy permanece em Portugal e as raízes criadas deixam antever que permanecerá por cá mais algum tempo.
 
O seu prazer em ensinar os mais jovens "quase o obriga" a aceitar o convite dos Campos MVP para participar nos seus eventos, sendo que a sua presença é uma garantia de qualidade e representa uma mais-valia para os mais jovens. Não é todos os dias que um jovem sonhador tem a possibilidade de aprender com alguém que atingiu um nível de excelência e competiu entre os melhores.

PlanetaBasket: Fale-nos de como é que o basket apareceu na sua vida?
Lionel Billingy: Nos EUA a maioria dos miúdos jogam basket, tal como na Europa jogam futebol. Quando tinha 8 anos, recebi uma bola de basket no Natal e desde então, sempre que tinha algum tempo livre (desde que não estivesse a nevar ou a chover) ia para o "playground" jogar.

Quando jogava nos escalões de formação, quais eram as suas aspirações e sonhos?
Nessa altura tive a certeza que queria ser jogador profissional. Esse era o meu único objectivo (sei hoje que essa ambição tinha também um lado negativo)

Como foi a experiencia na NBA e quais foram as lições que tirou de lá e que possa partilhar com os nossos leitores?
Foi um grande salto relativamente ao basquetebol Universitário, tanto física como mentalmente. Os jogadores eram muito maiores, muito mais fortes e muito mais rápidos. Aprendi bastante e tive de aprender a jogar a extremo, em vez de jogar a poste.

Qual é a sua actividade profissional? Que equipa está a treinar neste momento?
Trabalho num Centro de Reabilitação para pessoas que desejam recuperar de qualquer tipo de vícios, nomeadamente álccol e/ou drogas. Também treino a equipa de sub-18 do Imortal de Albufeira.

Porque aceitou o convite para vir a Portugal?
Adoro o sol e o céu azul e Portugal tem muito disto.

O que acha dos condições de treino que os Campos MVP oferecem?
Penso que os campos de treino estão bem organizados. É importante ter o equilíbrio certo entre fundamentos básicos, jogos mais competitivos e ainda outro tipo de jogos de diversão.

O que o motiva a estar presente nos Campos MVP?
Adoro os miúdos e poder ser capaz de os ajudar seja de que maneira for é uma bênção.

O que procura ensinar e que conhecimentos pretende transmitir neste tipo de campos de treino?
Espero que eles aprendam a jogar, a trabalhar e a viver com os outros de uma forma saudável. Acredito que o desporto pode ser uma importante ferramenta social na educação da juventude dos nossos dias.

Como avalia em termos qualitativos os atletas portugueses?
Pergunta difícil. Penso que Portugal se está a sair de forma razoável, tendo em conta a dimensão do país, mas há ainda muito para trabalho para fazer para se atingir o nível de outros países da Europa. Os miúdos mais novos precisam de desenvolver um instinto mais natural pelo jogo, de uma forma parecida ao instinto que têm naturalmente pelo futebol. Isto aumentaria em muito o nível do jogo em Portugal.

O que mais gosta de Portugal?
Além do sol, sinto-me bem quando me apercebo que algumas pessoas pensam que eu posso ser Português, desde que eu não abra a boca para falar, é claro. Nunca tive este tipo de sentimentos enquanto vivi em qualquer outro sítio da Europa.

Enquanto treinador, que mensagem gostaria de deixar a todos os jovens atletas que sonham em tornar-se jogadores profissionais?
É bom ter sonhos, mas nem sempre é bom construir a vida sobre um sonho. Devem tentar aprender o máximo que conseguirem e depois treinar, treinar, treinar!!! Espero que todos tenham muito sucesso. Para mim sucesso é ter uma vida cheia de: Amor, Alegria, Paz, Esperança e Fé em Deus!!

 

 


Facebook Fronte Page

Buscas no Planeta Basket

  • Treinadores

  • Lendas

  • Resultados

Sample image Canto do Treinador Exercicios, comentários, artigos, etc...ver artigos...

Sample image Lendas de Basquetebol Quem foram as personagens marcantes da modalidade. ver artigos...

Sample image Resultadoos e Classificações Todos os resultados na hora... Ler mais...

Facebook Side Panel

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária