Ocupação de espaços
 
Faixa publicitária
Localização: HOME BASKET CLINIC TREINADORES CANTO DO TREINADOR ARTIGOS TÉCNICOS Ocupação de espaços

Ocupação de espaços

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Avaliação: / 27
FracoBom 

altContinuamos com as publicações dos intervenções técnicas, que o treinador Mário Barros teve durante os Campos MVP 2010.

A semana passada apresentamos a tema “Leitura de jogo”. Hoje vamos publicar a continuação denominada “Ocupar espaço e jogar sem bola”.

OCUPAR ESPAÇO E JOGAR SEM BOLA

Todos os desportos definem uma área de jogo. Assim, toda e qualquer acção se desenvolve num espaço com limites bem definidos, fora dos quais esse jogo não faz sentido.

Por outro lado, em função das tácticas utilizadas, fomenta-se a criação de espaços livres através das acções dos jogadores que visam favorecer a concretização final (1c0, 1c1…) ou restringir (“traps”, bloqueios defensivos…) as acções ofensivas.

Jogar sem bola é a forma mais simples de libertar espaços; utilizar esses espaços de forma racional e equilibrada será sempre o ponto de partida para o desencadear de qualquer iniciativa.

Em qualquer sistema ofensivo o ideal seria que todos os jogadores estivessem sempre em constante movimento, sem aglomerações, a não ser quando se pretende efectuar bloqueios cuja finalidade será sempre, na sua sequência libertar espaços para permitir penetrações para lançamento ou assistência.

A ocupação racional do espaço ajuda à leitura do jogo. Utilizar esse espaço de forma equilibrada será sempre o ponto de partida para a elaboração de qualquer plano de acção. Podem-se usar vários dispositivos tácticos (1.2.2, 2.2.1, 2.3, 1.3.1 ou 1.4) mas, mantêm-se sempre as mesmas noções quanto aos espaços privilegiados.

É a alternância entre o jogo directo (interior) e o jogo indirecto (periferia) que torna o ataque eficaz.

O 1c1 sem bola, também, tem uma dimensão colectiva quando liberta espaços no corredor directo ou castiga as ajudas defensivas tornando as recuperações mais difíceis.

Por isso é importante manter a defesa ocupada quer do lado da bola quer do lado da ajuda e aproveitar todo o espaço para tornar a ajuda mais arriscada e menos pressionante a defesa.

Aumentando as distâncias nas recuperações diminuem as ajudas e forçam-se as rotações defensivas.

As movimentações dos jogadores sem bola visam vários objectivos tais como:
Desmarcações, fixar a defesa, equilibrar o ataque, ocupando bem os espaços livres e favorecer as acções do atacante com bola.

Como ensinar na formação: Aumentar o espaço ou reduzir jogadores?

Pode ver o artigo completo em pdf, aqui.

 

 


Facebook Fronte Page

Buscas no Planeta Basket

Wilson Basketball

  • Treinadores

  • Lendas

  • Resultados

Sample image Canto do Treinador Exercicios, comentários, artigos, etc...ver artigos...

Sample image Lendas de Basquetebol Quem foram as personagens marcantes da modalidade. ver artigos...

Sample image Resultadoos e Classificações Todos os resultados na hora... Ler mais...

Facebook Side Panel

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária