Uma família MVP
 
Faixa publicitária
Localização: HOME CAMPOS CAMPOS MVP Uma família MVP

Uma família MVP

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Avaliação: / 6
FracoBom 

altA família Candeias é o exemplo de uma "família MVP". O Rafael e o Ricardo fazem parte do Campos MVP desde 2010 e estarão conosco novamente em 2012.

Sempre acompanhados pelos pais, aos quais pedimos que nos concedessem uma entrevista.


Campos MVP - Visto que são uma família muito participativa no acompanhamento da prática desportiva do Ricardo e do Rafael, gostaríamos de saber como nasceu esta ligação à modalidade?
Família Candeias - A ligação ao Basquetebol em família, começou com um panfleto do CAQ entregue na escola primária do Rafael, que quis conhecer a modalidade, gostou e ficou, claro que o Ricardo influenciado por aqueles treinos do irmão, acabou por entrar também, nesse mesmo ano. Como pais sempre os incentivamos à prática desportiva, pois sempre achamos que era uma mais-valia para o desenvolvimento físico e intelectual.

MVP - Nesse sentido, quais foram os fatores que pesaram na sua decisão para inscrever o Ricardo e o Rafael para no Campo MVP 2010?
FC - Basicamente o que pesou foi a vontade que ambos têm em melhorar como jogadores, aliado a uma nova experiência no basquetebol para eles. Conviverem, com 30 jovens dos mais variados locais, com a responsabilidade dos horários e regras específicas, as tarefas estipuladas, etc.

MVP - Como pais, quais os benefícios verificados que levaram a inscrevê-los em 2011?
FC - Para além dos aspetos técnicos do basquetebol, que eles melhoraram, como o drible o lançamento, aumentaram ainda a autoconfiança em jogo, e a visão de jogo. Gostamos do projeto como está estruturado e aplicado na prática.

MVP - No final do Campos MVP 2010, concluímos que era necessário melhorar algumas condições, para que este projeto evoluísse. Assim, gostaríamos de saber se verificou alguma progressão? Se sim, qual?
FC - Sim, notaram-se algumas alterações no tipo de alimentação, o número certo de atletas, por escalão, o que fez com que existisse um maior equilíbrio no geral, a mudança de alguns treinadores e colaboradores como a nutricionista, para além de algumas alterações técnicas durante os treinos.

MVP - Qual a importância que atribuem a este projeto e como o caracterizam, a nível de segurança, alimentação, alojamento?
FC - É bastante importante para a continuação do desenvolvimento dos jovens como atletas e cidadãos. Quanto à segurança, ao sabermos que eles estão num local, sem interferências estranhas ao projeto, onde circulam livremente, e que tem uma constante supervisão dos treinadores e fisioterapeutas, este é realmente um fator importante e indispensável para nós pais. O alojamento é adequado ao espirito do Campos MVP, embora eles não deem grande importância, mas gostam, em especial dos beliches. A alimentação que em 2011 foi ainda mais cuidada, e equilibrada, tendo também sido retificada, de acordo com as necessidades energéticas dos atletas, após a abordagem dos pais em relação a alguns queixumes por parte dos atletas, mas que foi resolvido de forma célere, dando provas de que faz parte deste projeto uma equipa sensível, e responsável.

MVP - De que forma consideram que a participação influenciou os seus filhos nas componentes extra-basquetebol (concentração, motivação, enquadramento social, disciplina e auto-estima)?
FC - É sempre uma experiencia que lhes permite evoluir em outras áreas da vida. Da mesma maneira que se empenham e dedicam, para melhorar e atingir os objetivos a que se propõem no basquetebol, também se aplicam com disciplina fora dele, nomeadamente, na escola, socialmente e em casa.

MVP - Quais as grandes diferenças que valorizaram esta última edição?
FC - A entrada para o grupo de uma nutricionista, embora tenha pena que a apresentação que fez no último dia do Campos, tenha sido um pouco extensa, talvez pudesse ter sido repartida, por pequenas intervenções ao longo do Campos, talvez assim eles retivessem mais informação, e mostrassem mais interesse.

MVP - No seguimento dos valores que temos vindo transmitir aos atletas desde 2008, a vertente “MVP Solidário” veio sensibilizar os participantes para outras realidades na qual não estão inseridos. Como encaram esta vertente do projeto?
FC - Pensamos que é um complemento fundamental do MVP, tanto os pais como os atletas gostam e apoiam. Desde pequenos que eles estão familiarizados com estas realidades, e sentem que no MVP Solidário passam a ser importantes para estas crianças, que marcam a diferença pelo menos num dia da vida delas, dando-lhes única e exclusivamente, atenção, carinho, e ajudando a proporcionar um dia feliz, cheio de brincadeira, que vai ser lembrado por algum tempo.

MVP - Quais as expetativas para 2012?
FC - Esperamos que com a mudança para Monchique para o meio da natureza e ar puro seja motivador, para os atletas e equipa técnica, com a vantagem de terem dois pavilhões para treinar, acho que todos vão estar, ainda mais concentrados e empenhados este ano.

MVP - Por último, gostaríamos que fizessem um comentário final sobre o Campos MVP?
FC - Gostava, de primeiro dar os parabéns à organização do Campos MVP, porque estão a fazer um trabalho não só importante no basquetebol de formação português, como para a formação destes jovens como pessoas, pois a sua prática contribui para desenvolver os controlos emocionais, e físicos. Este é um Campos com metas realistas mas desafiadoras, num ambiente divertido. Bom Campos MVP 2012.

 

 


Facebook Fronte Page

Buscas no Planeta Basket

Facebook Side Panel

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária