Defesa de ajudas
 
Faixa publicitária

Defesa de ajudas

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Avaliação: / 26
FracoBom 

Mário BarrosPassada a primeira fase de iniciação na qual o principal objetivo é motivar a criança para a prática da modalidade segue-se um outro período caracterizado por uma maior aproximação ao basquetebol.

No decorrer desta segunda fase, na planificação do treino surge no plano táctico a defesa individual de ajudas. Momento difícil para esta evolução dado que a orientação anterior baseava-se em tarefas muito concretas (cada qual marca o seu) e aparecem agora conceitos mais abstratos (flutuação, triângulos defensivos, reação aos passes, ajudas e recuperações).

Princípios da defesa de ajudas

Na defesa individual de ajuda para além da responsabilidade individual de marcação do adversário directo todo o jogador tem o dever solidário de dar uma ajuda momentânea ao colega ultrapassado pelo oponente.

É fundamental que os jogadores assumam a defesa como uma ação coletiva; todo o atacante deve sentir-se defendido por cinco adversários e que ao aproximar-se do cesto tenha a sensação de que o cerco se vai apertando.

É conveniente reforçar a ideia da responsabilidade individual, da constante pressão sobre o atacante com bola assim como o corte das linhas de passe para impedir a sua movimentação.

O conceito de ajuda nasce pela necessidade de colaboração; como as ações ofensivas implicam, no máximo três jogadores, uma ação coordenada de cinco elementos pode tornar-se numa verdadeira muralha defensiva

Triângulo defensivo

Formação de uma figura geométrica cujos três vértices são assumidos pelo atacante com bola, atacante sem bola e o seu defensor. Este abandona o eixo imaginário atacante - defesa - cesto e aproxima-se do portador da bola. Este afastamento vai facilitar as eventuais ajudas. A distância de flutuação entre o defensor e o atacante direto depende de três variáveis fundamentais, a distância a que este se encontra do portador da bola, a posição no terreno de ataque e das suas capacidades de reação em função da movimentação do adversário. Há ainda a considerar a divisão do campo pela linha imaginária entre os dois cestos- lado da bola e lado da ajuda.

Pode ver o artigo "Defesa de ajudas" em pdf, aqui.

Para ler o artigo precisa de Adobe Reader. Pode fazer o download de programa aqui.

 

Comentários 

 
+3 #1 Jorge Resende 07-02-2014 09:28
Sempe interessantes os textos do senhor Mário Barros, sobretudo pela forma simples como apresentas os temas sobre os quais escreve. Um abraço desde Viana do Castelo.
Jorge Resende (CBViana)
Citar
 
 


Facebook Fronte Page

Buscas no Planeta Basket

Wilson Basketball

  • Treinadores

  • Lendas

  • Resultados

Sample image Canto do Treinador Exercicios, comentários, artigos, etc...ver artigos...

Sample image Lendas de Basquetebol Quem foram as personagens marcantes da modalidade. ver artigos...

Sample image Resultadoos e Classificações Todos os resultados na hora... Ler mais...

Facebook Side Panel

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária