Observar o quê?
 
Faixa publicitária
Localização: HOME SUB-18 FEMININOS Artigos de opinião Observar o quê?

Observar o quê?

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Avaliação: / 13
FracoBom 

altApesar do recrudescimento da pandemia, vários foram os amigos que me abordaram e solicitaram que eu passasse pelos seus clubes para dar um treino ou para uma dar uma ação de formação.

O que lhes tenho sugerido é abordar um tema, que eu levemente aflorei na minha recente intervenção nas ações de formação, que o Sporting tem vindo a realizar, desde o início desta época. Em vez de apresentar um conjunto de exercícios, que visam a aprendizagem dos fundamentos ou do jogo, tenho sugerido centrar a minha intervenção, num aspeto, em que os jovens treinadores têm mais dificuldades.

Fruto da sua natural inexperiência, os jovens treinadores, têm naturalmente dificuldade na capacidade de observação, correção e em dar “feed-backs.”  Para colmatar essa dificuldade estou a conceber uma ação que os vise ajudar neste domínio.

Vários são os estudos académicos sobre este tema, mas eu vou tentar simplificar o que irei transmitir. Hoje vou limitar-me a falar sobre a observação e como é que eu estruturo mentalmente esta função para poder intervir. Primeiro temos que ter a noção do que estamos a observar. Observar o quê?

Quem ensina tem de compreender que está permanentemente a intervir em três níveis. O nível do conhecimento do jogo, o nível do “skill” e o nível do comportamento e atitude. Numa linguagem mais simplificada, quando estou a ensinar as regras do jogo, estou a intervir ao nível do conhecimento. Exemplo duma regra: quando paras o drible não podes voltar a driblar. No “skill” a intervenção tem de ser feita a dois níveis, o nível da execução, e o nível da tomada de decisão. Exemplos: quando digo dribla à altura da cintura, estou a intervir ao nível da execução, quando digo dribla preferencialmente pelo meio do campo estou a ensinar uma tomada de decisão. Finalmente, quando não deixo uma criança fazer batota, ou implicar com um parceiro estou a falar do nível comportamental, da atitude.

Para terminar deixo uma pergunta no ar, em qual dos níveis é que, os jovens treinadores, têm mais ou menos dificuldades? O que é que mais dificulta o fluir normal das aprendizagens durante uma sessão de treino? Boas aprendizagens e bom Ano Novo.

 

 


Facebook Fronte Page

Buscas no Planeta Basket

  • Treinadores

  • Lendas

  • Resultados

Sample image Canto do Treinador Exercicios, comentários, artigos, etc...ver artigos...

Sample image Lendas de Basquetebol Quem foram as personagens marcantes da modalidade. ver artigos...

Sample image Resultadoos e Classificações Todos os resultados na hora... Ler mais...

Facebook Side Panel

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária