Diferença de atitudes
 
Faixa publicitária
Localização: HOME LIGA FEMININA Artigos de opinião Diferença de atitudes

Diferença de atitudes

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
Avaliação: / 3
FracoBom 

Diferença de atitudesNão é de agora, nem de hoje, que há uma certa consciência social, que em muitos clubes, parte do dinheiro que provêm do minibásquete e de outros escalões de formação, seja dos apoios autárquicos destinados à formação, seja das mensalidades. que os jovens praticantes têm de pagar para aprenderem a jogar basquetebol,

são para ajudar a financiar as equipas seniores dos clubes.

Espero bem, que o recente escândalo do saco azul na secção de andebol do Benfica divulgado, no jornal “Record” em que segundo o jornal, o dinheiro que provinha da cobrança a jogadores de formação servia para pagar de forma não legítima jogadores da equipa seniores, seja clarificado.  Mais do que saber se na realidade estes factos são verdadeiros, espero bem que perante a revelação deste caso, não estejamos a levantar a ponta de um véu duma preocupante realidade.

Por não ter dados concretos sobre este tema, estes são assuntos nos quais não gosto muito de me imiscuir e se o faço é apenas para narrar uma diferença de atitude.

Recentemente dei ao Tim Brentjes, responsável pelo desenvolvimento do minibásquete na Alemanha, parabéns pela brilhante forma como o seu país conquistou pela primeira vez o último campeonato de basquetebol do mundo. Nessa ocasião aproveitei para reler a entrevista publicada aqui no Planeta Basket em 3 de outubro de 2017 sobre o título: Formar treinadores.

Nessa entrevista fiz uma pergunta sobre o financiamento dum programa, que ainda hoje está a ser desenvolvido na Alemanha sobre a formação específica para treinadores de minibásquete. À pergunta quem financia este programa? A resposta foi a seguinte: “O programa obtém o seu orçamento proveniente do financiamento dos clubes profissionais e destina-se a programas de desenvolvimento e formação de jovens. A DBB (Federação de Basquetebol da Alemanha) compromete-se a reinvestir cada Euro entregue na formação. O que também fazemos no minibásquete, (por exemplo com os custos das licenças dos jogadores de minibásquete), esta verba arrecadada é totalmente reinvestida no minibásquete.

Porque as realidades são diferentes o poder económico dum país como a Alemanha é substancialmente maior, eu sei que as comparações são sempre difíceis e perigosas.  As realidades são diferentes, contudo há uma atitude diferente, salvo melhor opinião, enquanto em Portugal o minibásquete ajuda a financiar em muitos casos as equipas seniores, na Alemanha são os clubes profissionais que ajudam a financiar a formação, nomeadamente o minibásquete.

 

 


Facebook Fronte Page

Buscas no Planeta Basket

  • Treinadores

  • Lendas

  • Resultados

Sample image Canto do Treinador Exercicios, comentários, artigos, etc...ver artigos...

Sample image Lendas de Basquetebol Quem foram as personagens marcantes da modalidade. ver artigos...

Sample image Resultadoos e Classificações Todos os resultados na hora... Ler mais...

Facebook Side Panel

 
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária